Essas tortinhas de doce de leite com cobertura de goiabada me recordam muito a infância.Lembro de quando eu era pequena e ía às festas e ficava esperando a hora dos docinhos, não pelos brigadeiros ,e sim por essas tortinhas maravilhosas.A festa para mim só havia graça quando tinham esses docinhos sendo servidosEssas receitinha dá em média 30 tortinhas pequenas(depende muito do tamanho da fôrminhas).Hoje usei 4 forminhas maiores em forma de coração.Vou comer uma agorinha e sentir o gosto doce da minha infância!!!!!Convidada especial para o lanchinho: A Branca de Neve!!!



 


Ingredientes:
2 ¼ xícara (chá) farinha de trigo
½ xícara (chá) açúcar
1 xícara (chá) margarina
6 colheres (sopa) água
400 ml  doce de leite pastoso
1 lata de goiabada derretida
Modo de preparo:
Misture a farinha, o açúcar e a margarina. Acrescente a água e trabalhe a massa até ficar homogênea. Forre forminhas e asse por 15 minutos em forno pré-aquecido (180°) ou até que fiquem douradinhas. Recheei as forminhas com o leite o doce de leite e, por cima, coloque o doce de goiaba.Prontíssimo!!!Receitinha rápida e super saborosa!!!!Já que a receita foi tão rapinha vou lhes contar uma historinha:

Historinha da Branca de Neve e os sete anoes para quem tem crianca em casa:
Era uma vez uma rainha, que sonhava com uma filhinha, de pele branca
como a neve, boca vermelha como sangue e cabelos pretos como a noite!
Algum tempo depois, nasceu a pricesinha, exatamente como  a rainha
sonhava. Chamaram-na então, de Branca de Neve.
Infelizmente a rainha morreu.
Algum tempo depois, o rei casou-se com uma bela jovem.
A nova  rainha  era  muito  vaidosa,  e  malvada  também.  Todo  dia
perguntava para um espelho mágico:
– Espelhoespelho meu! Existe no mundo alguém mais bela do que eu?
espelho sempre respondia a mesma coisa:
– És a mais bela mulher do mundo, minha rainha!
Enquanto isso, Branca de Neve ia crescendo.  Como  se  sentia  muito
sozinha, passava os dias cantando, e conversando  com  os  bichinhos  da
floresta.
Um dia a rainha perguntou ao espelho:
– Espelhoespelho meu! Existe no mundo mulher mais bela do que eu?
E Ele respondeu:
– Sois realmente linda, minha rainha, mas Branca de  Neve  é  ainda
mais linda!
rainha começou a odiar Branca  de  Neve.  Um  dia  ela  chamou  um
caçador e ordenou:
– Quero que você leve Branca de Neve para a floresta e, quando  ela
estiver distraída, mate-a e traga seu coração aqui, neste cofre.
O caçador obedecendo levou a menina para a floresta,  mas  não  teve
coragem de matá-la. Ele mandou ela fugir e  nunca  mais  voltar  para  o
castelo. Para enganar a rainha , levou o coração de um animal que cruzou
o seu caminho.
Enquanto isso, a pobre menina cantava para alegrar seu  coração.  Os
animalzinhos da floresta caminhavam com ela . Estava escurecendo  quando
ela encontrou uma casinha.
Bateu na porta, e como ninguém abriu, ela entrou. Lá dentro era tudo
pequenino. Como ela estava com muita fome, comeu um pouco da comida  que

estava na mesa. Depois foi  para  o  quarto,  e  adormeceu  em  uma  das

caminhas.
Já era noite, quando os sete anõezinhos resolveram voltar para casa.
Quando chegaram, perceberam que havia alguém na casa. Abriram a porta  e
entraram na ponta dos pés.
Quando entraram em casa, ficaram surpresos, alguém havia estado ali.
Foram procurar no quarto e encontraram, Branca de Neve adormecida em uma
das caminhas.
No  dia  seguinte  Branca  de  Neve  contou  sua  história  para  os
anõezinhos, que a convidaram para morar com eles. A rainha continuava  a
conversar com o espelho que avisou onde estava Branca de Neve.
Ao descobrir que a  princesa  ainda  estava  viva,  a  rainha  ficou
furiosa, e preparou uma maçã envenenada. Disfarçada de velhinha, foi até
a casa dos anões e ofereceu a maçã para Branca de Neve.
Na primeira mordida, a menina caiu morta no chão. Somente  um  beijo
de um príncipe apaixonado poderia acordá-la. A  rainha  estava  voltando
para o castelo, quando passou por uma ponte, e esta se quebrou. A rainha
caiu, num abismo profundo.
Naquela  noite,  quando  os  anõezinhos  voltaram  para   a    casa,
encontraram Branca de Neve caída no chão.  Tentaram  acordá-la  mas  não
conseguiram.  Como  não  tiveram  coragem  de  enterrá-la,  colocaram  a
princesa em caixão de vidro e a deixaram nas montanhas.
O tempo se passou e Branca de Neve continuou  dormindo.  Um  dia  um
príncipe que ali passava viu branca de Neve. Ele se apaixonou por ela  e
lhe deu um beijo. Branca de Neve acordou. Os dois se casaram  e  viveram
felizes para sempre.