Esses pasteis são maravilhosos e, além de super crocantes, ficam bem sequinhos, graças a cachaça que usamos na sua composição. Como moro na Alemanha e aqui não encontro a massa pronta para vender, resolvi me arriscar a fazê-la depois que eu vi aqui. Me animei com a possibilidade de uma massa caseira, mas sinceramente não levei muita fé que fosse ficar parecida com as que compramos prontas nos supermercados. E para minha surpresa, a massa ficou realmente super crocante e sequinha, uma delícia mesmo. A cachaça é imprescindível para a elaboração da receita.
Agora um detalhe: É legal ter aquele cilindro de fazer macarrão, porque o processo torna-se máis fácil, já que é importante a massa ficar numa espessura fina. Porém se você não tiver, use o rolo, e não deixe de abrí-la fininha, ok?

Ingredeintes para 20 pastétis pequenos:
150 ml de água
1/4de xícara(chá) de óleo
1 ovo
3 colheres(sopa) de cachaça
1/2 kg de farinha de trigo
Modo de preparo:
Numa tigela, coloque a água gelada, o óleo, o ovo levemente batido e a cachaça. Despeje tudo sobre a farinha e amasse até obter uma massa lisa e homogênea. Passe a massa pelo cilindro da máquina de macarrão. Em seguida, faça tiras retangulares de massa e separe-as com filme plástico. Leve à geladeira e deixe até o dia seguinte. Use o recheio que voce quiser, pode ser de carne moída, frango, camarão, queijo com presunto. E sempre que for fechar o pastel, passe um pouco de água nas bordas com o dedo e aperte-as com um garfo. Frite-os em óleo abundante e quente. Depois de assados, deixe o óleo escorrer em papel toalha para que o pastel fique bem sequinho. A massa pode ser congelada por no máximo 30 dias. Para guardá-las, embrulhe cada massa de pastel com papel filme, se não fizer isso, elas grudarão uma na outra e será difícil de separar .